Chakras os portais dos mundos

Abrir os chakras é tarefa simples e fácil, executando os exercícios em poucos dias a pessoa sente os resultados nos seus veículos, contudo o prazo para manifestação desta energia varia de pessoa para pessoa. De modo geral, a abertura dos chakras é em primeiro momento psicossomática, ou seja, a pessoa sente tudo nas células.

Sem os pranayamas corretos é impossível chegar aos resultados desejados, portanto, quem deseja conhecer esta nova realidade em sua vida, precisa antes de mais nada, praticar exercícios variados de pranayamas, condicionando assim a musculatura, a mente e o corpo de modo geral a se comportar na direção que deseja levar a respiração.

A respiração yogi é um caminho com muitas vias, leva a mente para muitas regiões, desde as superficiais, tais como afetando positivamente o metabolismo das células, proporcionando saúde ao corpo, conferindo equilíbrio e serenidade mental, até as coisas estranhas e maravilhosas da metafísica prometidas pela raja yoga.

Quem pratica yoga comigo é preparado ainda que inconscientemente para conquistar os mundos internos através dos pranayamas, em pouco mais de seis meses de prática a pessoa adiquire o adestramento corporal nescessário para aprofundar no psiquismo. Nem sempre os alunos se beneficiam disto, até porque as aulas são para turmas heterogênias de leigos.

Após conquistar o adestramento corporal através dos exercícios preparatórios de pranayamas, a pessoa está pronta para navegar nos estranho e obscuros mares da mente universal. Já nas primeiras tentativas o praticante experimenta um cardápio de sensações extrasensoriais.

A atividade de um chakra afeta todos os outros, a atenção (concentração) e vontade da pessoa direciona o fluxo mental para região apropriada. Cada chakra proporciona um tipo de experiência, bem como leva a mundos psicológicos diferentes.

O chakra básico coloca a pessoa em contato a memória da natureza, com os mundos subterraneos, com o submundo das almas condenadas, com céus inferiores, permite a pessoa comunicar com as diversas criaturas destes mundos, os elementares e imagens ligadas aos seres mitológicos das esferas lunares.

O chakra da garganta desperta a clarividência e clariaudiência, a pessoa conhece os mundos celestiais, os misterios da esfera mercurial, a telepatia, os mistério dos elementares dos ares, os segredos dos vayus, o universo dos sons.

Quando a pessoa concentra sua mente sobre a região da garganta era adoece de resfriado, o sistema imunológico é atacado. Através dos exercícios ou kriyas da raja yoga isto não acontece, proporciona extases fantasticos.

O kanda chakra proporciona prazer prolongado, o corpo etérico fica em evidência, os segredos do corpo físico é revelado. Quando despertado por meio da penetração vaginal numa conjunção sexual proporciona um prazer contínuo e intraduzível.

O chakra frontal quando confrontado com o sistema límbico, lança a alma em mundos psicológicos acima dos paraísos, a visão do Sol é negro se revela, a virgem Mãe Celestial que é o nosso Pai, assume a forma da deusa Ísis, manifestando os mistérios da existência infinita e imortal divina universal.

O chakra cardíaco quando é despertado por meio da descida da energia a partir do chakra frontal, revela o mistério da cristandade em nós, o Cristo interno se revela pelo nascimento da criança divina individual na cidade de Belém que é a camara oculta no coração, eis o segredo do filho do homem, o menino Deus adormecido na manjedoura da cidade profana – os instintos humanos, num corpo animal.

Assine a newsletter Yoga

ATENÇÃO: Um e-mail de confirmação será enviado. Apenas um click e pronto.
Assine a Newsletter Yoga Moderna para receber as novidades exclusivamente no seu e-mail.