Sri Yoga Devi a Senhora da Yoga

Uma ordem esotérica de raja yoga chamada de S. D. Mandalam (Círculo do Dharma Puríssimo) fundada no início do Século XIX, deu publicação de uma série de escritos sagrados esquecidos desde a antiga Atlântida. O chefe desta sagrada ordem, era um anjo misterioso, um mestre yogi, por nome de Sri Hamsa Yogi. Este santo yogi orientou os membros a publicarem sobre Sri Yoga Devi a Suprema Deusa.

deus da yoga,  deus do yoga,  deusa da yoga,  deusa isis,  sanathana dharma,  sri hamsa yogi,  sri yoga devi,  Virgem Celestial

Hamsa - Síboliza o cisne da pureza

Sri Hamsa Yogi também auxiliou na vinda do santo buda encarnado por nome de Sri Mitra Deva, um yogi avatar, que vive atualmente nos Himalayas. Bhagavan Mitra Deva auxilia milhares de pessoas que entram em sintonia com sua energia, que é a energia feminina de Yoga Devi, protege a yoga verdadeira e zela pelo dharma.

Sri Yoga Devi é o espírito de Deus encarnado na própria Natureza. Este ser de infinito poder em sua atuação nos processos da Natureza auxilia todos aqueles que entram em sintonia com esta energia no processo de evolução dos seres e dos mundos.

Ela é a mãe de todos, a Virgem Celestial, a mãe do Cristo Individual em cada pessoa. Manifestando-se, investida com o poder da Brahma-Shakti, a energia de Brahman, que é a Inteligência Cósmica ou o Homem Universal. Ela atua na Criação, Preservação e Desintegração em todos os processos do Planeta.

Ela é conhecida pelas diversas tradições na Índia como Shakti Divina, como Kali Ma ou outros nomes, assumindo aspectos de Saraswati, Lakshmi e Durga, como companheira dos principais deuses masculinos do panteão hindu. Porém todos os seus nomes e vários outros pelos quais Ela é conhecida são somente descritivos de seus poderes de acordo com sua atuação, sendo Ela mesma semprea própria manifestação.

SRI YOGA DEVI, a deusa Ísis dos Atlantis, a Virgem Maria na tradição ocidental é detentora das energias criadoras, que atua nos planos materiais e espirituais. A Virgem não é mãe de nenhuma pessoa, nem mulher de nínguem, contudo simbolicamente nas teogonias assume este papel quando o Ser encontra com a iluminação, por esta razão que se diz que o Buda tem mãe por nome de Maya, Jesus de Maria etc. Mas na verdade o sentido esotérico desta maternidade é que Sri Yoga Devi a Virgem Celestial é mãe do Cristo (Segundo aspecto de Deus) nas criaturas. Esta Divindade nunca encarna, mas sua energia está presente em todas as coisas animadas e inanimadas, e todos os eventos.

Assine a newsletter Yoga

ATENÇÃO: Um e-mail de confirmação será enviado. Apenas um click e pronto.
Assine a Newsletter Yoga Moderna para receber as novidades exclusivamente no seu e-mail.